Amsterda, Holanda, O que fazer, Passagens aereas, Clima, Compras, Hotel

 



Principais pontos turísticos de Roterdã


Conheça os principais pontos de interesse na cidade de Roterdã. Roterdã é uma grande cidade na Holanda, localizada no sul do país e que só não supera em importância a capital, Amsterdã. Possui o porto mais importante da Europa e que já foi um dos mais movimentados do mundo, perdendo apenas hoje em dia para dois portos chineses. Um dos grandes destaques da cidade, que se reflete bem nos pontos turísticos, é a arquitetura e modernidade. Roterdã foi uma cidade que sofreu muito com os bombardeios da Segunda Guerra Mundial, em 1940, e por isso teve de reconstruir grande parte de seus pontos turísticos, casas e ruas. Alguns monumentos e prédios conseguiram se salvar, como a prefeitura. Veja a seguir alguns desses pontos turísticos, bem como o que fazer em Roterdã.

Principais pontos turísticos de Roterdã

Ponte Erasmus em Roterdã

A Ponte Erasmus ou Erasmusbrug é um dos cartões postais da cidade e uma das pontes mais famosas da Holanda. Foi inaugurada pela Rainha Beatriz no ano de 1996 para ligar a zona norte à zona sul da cidade. Ela tem uma longitude de 800 metros. Essa ponte já foi palco de shows, filmes e dos mais diversos eventos. Ela leva o nome do humanista Erasmus de Rotterdam. Assim como algumas pontes no mundo, é uma ponte basculante, para que os navios possam passar por ela. É a maior ponte basculante e mais pesada também da Europa Ocidental. 

Ponte Erasmus em Roterdã

Euromast em Roterdã

A Euromast é uma torre de observação que foi projetada por Hugh Maaskant e construída em 1960 para a Floriade, um festival internacional de exposição de jardins que se realiza a cada 10 anos na Holanda (o próximo é em 2022). A plataforma de observação fica a 96 m do chão e conta com um restaurante. Para subir é cobrada uma taxa, sendo 9,75€ para adultos e 6,25€ para crianças entre 4 e 11 anos. 

Euromast em Roterdã

Porto de Roterdã

O porto de Roterdã é um dos mais importantes do mundo e o mais importante da Europa, atendendo todas as modalidades de transporte e em extensão é o maior do mundo. Isso significa que é um dos principais pontos turísticos de Roterdã e que não pode ficar fora da sua lista e roteiro pela cidade. Ele existe desde o século XIV, mas seu auge foi no século XIX graças à conexão Nieuwe Waterweg que estabeleceu um importante canal de conexão e comunicação com a indústria alemã. 

Porto de Roterdã

Casas Cubo em Roterdã

As Casas Cubo (Kubuswoningen) se tornaram o símbolo da arquitetura em Roterdã. Elas foram projetadas por Piet Blom e era uma forma de decorar e não deixar morto o viaduto que passa por lá. Como o nome diz, é realmente um conjunto de casas em formato de cubo, e várias pessoas moram nelas. Uma delas se dedica a abrigar o hostel Stayokay. 

Casas Cubo em Roterdã

Estação central de Roterdã

A Centraal Station é a estação central de trem de Roterdã, a qual foi reformada para que seu espaço combinasse mais com o resto da cidade. O edifício é de 1957, mas hoje em dia a estação recebe muita mais luz e aumentou de tamanho. Há espaço para estacionamento de carros e bicicletas. É uma estação muito importante e uma das principais formas de chegar à cidade. 

Estação central de Roterdã

Markthal Rotterdam

O Martkthal Rotterdam é o mercado municipal da cidade. Outro ponto de destaque na arquitetura da cidade e que de longe atrai os visitantes. O Markthal funciona como mercado no piso térreo, mas depois tem mais andares com salas comerciais. Mas a única parte que se visita é realmente a do mercado, onde verá alguns produtos típicos e também de outras partes do mundo. Dentro o mural colorido de frutas, verduras e insetos é muito bonito e outro destaque.

Markthal Rotterdam

Grote of Sint-Laurenskerk

A Igreja Medieval de Sint-Laurenskerk é o único edifício medieval que restou em Roterdã e fica próximo do Markthal. Não é uma igreja grande, mas vale a pena a visita pela curiosidade de ser o único edifício medieval. Ainda assim, dentro dela há um grande espelho marcando a modernidade da cidade.

Grote of Sint-Laurenskerk

Museus em Roterdã

O museu mais antigo da cidade e um dos mais antigos da Holanda é o Wereldmuseum, que foi fundado em 1883 e seu acervo contém peças de culturas antigas dos diversos continentes. Por outro lado, se você gostou da arquitetura da cidade e quer saber mais sobre o assunto, uma dica imperdível é visitar o Instituto Holandês de Arquitetura (NAI), que conta toda a história da cidade com relação à arquitetura, mostrando todas as transformações pelas quais Roterdã passou. 

Museus em Roterdã

Old Harbor de Roterdã

O Old Harbor foi o primeiro porto de Roterdã e é o mais antigo, construído no século XIV. Hoje em dia ele serve apenas como turismo e é possível visitar os navios históricos que ficam ancorados nele. É um lugar muito bonito para fotografar e típico de Roterdã, onde a parte velha se funde e contrasta ao mesmo tempo com a moderna. Ao lado do porto velho ficam as casas mercantes mais antigas e também as modernas Casas Cubo. 

Old Harbor de Roterdã

Como economizar muito em Amsterdã

Não deixe de ver também a matéria de como economizar muito em Amsterdã com dicas incríveis para você economizar muito na sua viagem. É um guia completo para economizar tanto no planejamento da sua viagem com tudo o que precisa contratar e reservar, quanto para economizar quando estiver lá na cidade. Dá para economizar muito na viagem. 

Seguro Viagem obrigatório para a Europa

Uma dica que reforçamos para todos que estão planejando ir à Amsterdã é que não se esqueça que o Seguro Viagem é obrigatório para viajar para a Europa. Veja nossa matéria de Seguro Viagem para Europa com tudo o que você precisa saber sobre ele e dicas imperdíveis para fazer um excelente seguro por um preço incrível.

Veja outras matérias imperdíveis de Amsterdã:

O que fazer em Amsterdã: Principais atrações, passeios e lugares de Amsterdã.
Onde ficar em Amsterdã: Melhores regiões para se hospedar em Amsterdã na Holanda.
Ingressos mais baratos de Amsterdã: Onde comprar os ingressos das atrações.
Como usar o celular em Amsterdã: Use seu celular à vontade na Europa.

Postar um comentário

 
Top